Quando falamos em cabelo oleoso, nos referimos ao óleo natural e visível nos fios, que é produzido pelo nosso organismo, com o objetivo manter o cabelo e o couro cabeludo hidratados e saudáveis. O cabelo possui três necessidades: queratina, óleos e nutrientes, isso significa que o próprio organismo produz esses componentes quando os fios estão carentes.

Além da produção pelo nosso próprio corpo, as causas da oleosidade podem ser muitas, até mesmo hormonais e genéticas, mas é possível quebrar o ciclo da oleosidade. Separamos alguns fatores que causam a oleosidade e algumas dicas para você começar a aplicar hoje mesmo, procedimentos que podem ser feitos em salões de beleza, ou em casa.

O excesso de óleo denuncia que alguma ação não está correta, como o calor excessivo da chapinha e secador próximo a raiz do cabelo ou exposição ao sol por muito tempo. Processos de oleosidade também podem ser consequência do uso de produtos de pH alcalino (presente em descolorantes e colorações e alguns tipos de alisantes) e de pH ácido (selagens e alisamentos progressivos), pois induz o organismo a produzir óleo no couro cabeludo para cauterizar o dano.

A consequência da oleosidade excessiva é um cabelo pesado, pois acaba fazendo com que a sujeira fixe com mais facilidade nos fios.

Há quem pense quem temos um vilão nesta história e que óleo não combina com cabelos oleosos, mas, ao contrário do que se pensa, ele oferece inúmeros benefícios para a saúde das madeixas. Cabelos oleosos podem e devem utilizar óleos de origem vegetal em suas rotinas de cuidado. Por hábito, o produto é utilizado no comprimento e nas pontas, áreas que costumam ser mais secas, com pontas duplas e fragilizadas. Usando corretamente, o óleo só fará bem para seu cabelo. Verifique sempre se a indicação do produto é para cabelos oleosos ou todos os tipos de cabelo e, use sem medo!

 

A “Cura da Oleosidade”: aplicar óleo no couro cabeludo

 

Achou nosso subtítulo estranho e deve estar se perguntando como acabar com oleosidade no cabelo aplicando óleo, certo?

No dia a dia, não utilize óleo no couro cabeludo! Porém, existe um procedimento comprovado e indicado pela Técnica Master Bellkey Professional, Mari Maron, para reverter o excesso de oleosidade:

Passo 1: Aplique óleo no couro cabeludo e deixe agir por 3 horas;
Passo 2: Após a pausa, lavar muito bem, para eliminar o óleo;
Passo 3: Finalize com uma fonte de hidratação;

A “Cura de Oleosidade” pode ser feita semanalmente, ou de 15 em 15 dias, até controlar a oleosidade. Quando realizar o procedimento, aumente a pausa entre as lavagens. Existe um ciclo vicioso, em que o organismo cria uma dependência devido a agressão, que pode ser gerada por processos químicos, ou até mesmo pelo excesso de lavagem. É possível reeducar o cabelo, alterando o ciclo em que ele estava acostumado, para melhorar e obter os resultados esperados. E, para ter certeza disso que você leu, viva a experiência!

A Bellkey Professional recomenda para cabelos oleosos o Sérum 12 Óleos, que é indicado para todos os tipos de cabelo e possui alto rendimento. Além disso, reduz significativamente o tempo de secagem, deixa o fios leves, sedosos e disciplinados, controla o frizz e possui termo protetor com filtro solar UV.

Dicas:

 

– Utilize óleos de origem vegetal, uma a duas vezes por semana, em quantidade suficiente para ser absorvida pelos fios;
– Não utilize óleo no couro cabeludo no dia a dia;
– Lembre-se de alternar o tipo de shampoo nas lavagens. Ao utilizar somente produtos para cabelos oleosos, o efeito pode ser contrário e a raiz tende a produzir ainda mais oleosidade, para suprir a retirada diária de oleosidade;
– Procure utilizar condicionadores e máscaras somente nas pontas e evite cremes para pentear sem enxágue.
Pronto, agora é só arrasar com seus cabelos, hidratados, leves e protegidos!