Como identificar e cuidar de cada um dos tipos de cabelo?

2018-06-11T16:26:35+00:00 11/06/2018|0 Comentários

O povo brasileiro conta com uma grande diversidade de tipos de cabelo. Graças à grande miscigenação que faz parte da história do nosso país, os biótipos que encontramos por aqui são vários e por isso os tipos de cabelo variam muito.

A mistura de fios caucasianos, asiáticos e africanos formam  uma infinidade de tipos de cabelos, cada um com suas propriedades particulares. Entretanto, é possível agrupar os tipos de cabelos de acordo com seu formato, nível de oleosidade e nível de danos.

Cada um desses tipos de cabelo requer cuidados especiais, produtos e tratamentos específicos.

Neste post vamos mostrar como identificar alguns dos tipos de cabelo mais comuns em seus clientes e mostrar como fazer a correta manutenção de cada um deles.

Tipos de cabelo mais comuns e suas características

1. Africanos, secos e super secos

São os fios de descendência afro brasileira presentes na maior parte dos cabelos dos brasileiros. Geralmente, são cabelos com ondas, cachos e volume. As ondulações podem variar tanto na espessura quanto no formato, gerando ondas, com forma de S; cachos, com forma de espiral; e crespos, que podem assumir o formato de espirais bem estreitas ou ziguezague.

Os cabelos africanos tendem a apresentar carência de lipídeos no comprimento dos fios. São cabelos com pouca oleosidade, que costuma se concentrar apenas na raiz, impossibilitando a lubrificação dos fios. Isso os torna, na maioria das vezes, secos ou super secos, o que é comum para a maioria dos brasileiros.

Os cabelos secos perdem a camada protetora da oleosidade natural e não contam com ceramidas suficientes para que fiquem brilhosos. O pH fisiológico desses cabelos é superior a 5 (alcalino), mantendo as cutículas abertas e os fios porosos.

Para corrigir essas características e manter os fios saudáveis, o tratamento deve contar com lipídeos, proteínas e silicones em sua fórmula. Esses ativos auxiliam na reposição de nutrientes dos cabelos, ajudando na emoliência e condicionamento, controle do volume  e melhor definição da forma, além da redução do frizz.

Para o cuidado de cabelos secos é necessário usar bons shampoos de tratamento que não contribuam com o ressecamento dos fios. Os condicionadores devem ter alta performance e grande concentração de nutrientes.   É necessário também usar máscaras hidratantes, nutritivas e reconstrutoras, alternando de acordo com a necessidade dos fios.

Cabelos cacheados e crespos também podem tirar grande proveito de produtos finalizadores, como cremes para pentear e sprays umidificadores de cachos.

2. Mistos

Os cabelos mistos são caracterizados pela diferença de concentração de lipídeos ao longo do comprimento do fio. Tendem a ser bastante oleosos próximo da raiz e secos e porosos nas pontas.

Essa característica é desafiadora na hora de acertar nos tratamentos, uma vez que é necessário evitar óleo próximo à raiz e repor óleos nas pontas.

O mais indicado é usar um shampoo de pH neutro (entre 5 e 6) e um condicionador para cabelos secos, que só deve ser aplicado no comprimento e nas pontas. Um fluido reparador de pontas também pode ser um poderoso aliado para facilitar na hora de desembaraçar e melhorar o aspecto sensorial dos fios.

Os cremes para pentear e outros finalizadores para cabelos mistos devem ser leves e com baixa concentração de lipídeos. O ideal é que contenham apenas elementos que deem emoliência aos fios e ajudem a controlar o frizz.

3. Quimicamente tratados

Cabelos com transformações químicas – coloridos, descoloridos ou alisados – são os que mais precisam de atenção, tratamentos e produtos eficientes. Afinal, lidam com problemas de ressecamento, assim como os cabelos secos, e também de perda de massa e proteínas.

A exposição a químicas de transformação faz com que os fios precisem repor suas necessidades biológicas, além de reparar os danos causados pelo processo. Por isso,  as pessoas com cabelos quimicamente tratados podem abusar de produtos reconstrutores e também nutritivos que irão devolver o brilho, a resistência e a umidade aos fios.

Os produtos indicados para cabelos quimicamente tratados devem contar com ativos como queratina, aminoácidos e lipídeos, capazes de fortalecer os cabelos, repor nutrientes, reparar os danos e ainda preservar pigmentos.

Para cuidar desse tipo de cabelo são necessários produtos específicos para cabelos com química, como a linha Reinforce da Bellkey, por exemplo. Shampoos e condicionadores de tratamento são muito importantes e, além disso, é fundamental tratar os cabelos com máscaras nutritivas e reconstrutoras com frequência.

A Bellkey conta com uma extensa linha de produtos, ideal para oferecer bons tratamentos para todos os seus clientes e que consegue atender às necessidades de todos os tipos de cabelo.

Faça o Download grátis aqui!

Prencha o formulário abaixo para receber o material diretamente em seu e-mail.

Faça o Download grátis aqui!

Prencha o formulário abaixo para receber o material diretamente em seu e-mail.